domingo, 9 de novembro de 2014

Livros que me deixaram emocionalmente arrasada


Há livros que nos deixam extenuadas, cheias de porquês e com uma questão:  porque a autora não seguiu por outros caminhos, não deu um final diferente e nos deixou com aquele sabor amargo de lágrimas que não param de minar dos nossos olhos...?
O primeiro livro que li que me deixou emocionalmente cansada e que quase não parava de chorar foi o de...
Um amor para recordar - Nicholas Sparks cuja história é sobre um garoto rico, irresponsável chamado Landon Carter, que se envolve com a doce Jamie Sullivan, filha do pastor da cidadezinha onde moram, o tipo de garota que faz tudo certinho. Landim para pagar uma punição impingida pelo diretor da escola tem que participar da peça da escola e pede a ajuda a ela, que aceita com a condição: que ele não se apaixone por ela. Jamie era o típico patinho feio e Landon sempre fazia juntos com os colegas, brincadeiras torpes com os menos favorecidos e entre eles Jamie. Mas contra todas as possibilidades, eles se apaixonam, mas Jamie guarda um segredo: ela tem leucemia há três anos. E Landon ver aos poucos o estado de saúde de Jamie agravar-se, internada a e quase à beira da morte. Landon decide realizar um dos sonhos dela, que era casar toda de branco na igreja onde os pais dela casaram e assim faz... Mas o destino é quem tem todas as respostas. Jamais esqueci este livro porque depois que terminei passei horas chorando copiosamente. 


Uma família para Kathy - Henry Denker, que conta a história de Grace, uma viúva que  descobre que está com AIDS, e que a partir daí começa sua luta para resistir aos embates da doença e cuidar da filha: Kathy, uma garota esperta e com um grande sentido de presença  que cobra da mãe se ela está ou não tomando remédios, como estão as taxas dos exames... Assim que Grace começa a piorar, começa a procurar alguém para que cuide de Kathy, visto que não tem parentes que possam assumir essa responsabilidade e os mais próximos são tios paternos que são muito esnobes e ricos. Mas Grace não desiste e continuar sua busca de um lugar para Kathy. É uma história que mostra que o amor pode vir através de outros caminhos e que nem tudo está perdido com a morte.


Sufre por mí – Pablo Roa que magistralmente escreve sobre a crueldade do mundo... É sobre uma anti-heroína que gosta de manipular e se deixa manipular e tem uma visão tortuosa do mundo. A história se passa na Espanha, onde Nieves é capaz de tudo pelos seus e nesta linha deixa um rastro de vingança, amores perdidos, mortos... Narrada em primeira pessoa, no caso na visão de Nieves, que vive encerrada no convento onde narra sua vida e os acontecimentos que a levou permanecer isolada num convento e onde com uma cruz se autoflagela pelos crimes que cometeu. De caráter profundamente retorcido, tenta reparar o mal escrevendo no diário o que realmente se passou para que se encontre nesta situação atual. O livro narra também as histórias de suas irmãs e a profunda lealdade que as liga. Nieves, mesmo de maneira tortuosa, só amou um único homem: Aníbal, o capataz do pai, que para mim é o personagem mais coeso desta narrativa. Uma história interessante sobre amor que escraviza, o lado obscuro que cada um tem e sobre a fidelidade de um homem que faz os maiores sacrifício por seu amor.

Nada más que una noche - Anabella Franco (Anna Karine), eu comecei a ler este meio por acaso, li o resumo, gostei e resolvi ler. É uma historia diferente da anterior, aqui o protagonista é profundamente insensível, depressivo, grosseiro, tolo e decididamente sexy e com todos esses defeitos, você termina cativada por ele. E sua parceira Lavínia não fica atrás, é uma moça pobre lutadora que faz tudo pelos familiares, além de bastante corajosa e criativa. Ela luta pelo que deseja, quer vencer com sua criatividade na confecção de roupas. Já passou por tudo na vida, mas não se entrega. Ele, Nick, sofreu muito com a mãe depois que o pai largou-a, e abriga sentimentos de revolta, e tem uma relação de amor-e-ódio com a ex-esposa e mesmo assim se sente profundamente atraído por Lavínia e faz tudo para levá-la para cama, mas basta a ex mexer os dedos para ele ir se arrastando atrás dela. É uma história com toques eróticos. O lado emocional fica por conta dos percalços de Lavínia para alcançar seus objetivos e conquistar o homem que ama, apesar de todos os defeitos.

Como Eu Era Antes de Você - Jojo Moyes com tradução de Beatriz Horta. Já haviam me dito que eu iria chorar muito. Preparei-me psicologicamente para esse sentimento. Mas, precisei de alguns dias para me recuperar pela carga emocional que este livro provocou em mim. Gosto quando uma autora consegue me tirar do sério e me deixar cheia de raiva, ressentimento por algo que deveria ter sido, e fico me perguntando a mim mesma, como algumas coisas poderiam ser diferentes com a gente se determinados "ses" não acontecessem conosco. Lou é alguém com quem me identifiquei muito. E Will, o que posso dizer dele? Que é o cara mais altruísta? Que ele foi covarde? Acho que não, quando me pus no lugar dele não sei se gostaria de acordar todos os dias da mesma forma, dependendo de alguém para fazer algo, preso eternamente numa cadeira de rodas. É uma sensação de claustrofóbica! Horrível mesmo. Eu enlouqueceria e embora não concorde com o que aconteceu, acho que foi uma decisão acertada. E ele deu a Lou, não só riqueza, mas a força e sabedoria que havia dentro dela, o sentimento de acreditar nela mesma e deixar isso aflorar para seguir adiante, apesar das perdas. Sempre imaginei que eles seriam como o casal de "Uma Janela para o céu", que eles seguiriam em frente, fazendo loucuras como dançar numa praça qualquer de Paris, e encontrando maneiras de serem apenas felizes. Penso que cada lágrima derramada valeu a pena. Mas me deixou um vazio como se tivesse eu perdido algum pedaço.


Comanche Heart (Comanche 2) - Catherine Anderson, aqui a autora aborda o tema do estupro. Mas esse livro é um exemplo belíssimo de como o amor altruísta pode fazer com uma pessoa. Um livro profundamente emocional, que deixa uma impressão forte, mesmo depois que você termina de lê-lo. Amy foi uma das heroínas mais sofrida que conheci e mais forte, mesmo com seus medos, ela vai em frente e para ela restou um herói perfeito que estava disposto a tudo para recuperar o amor de sua infância. Veloz/Swif é um personagem maravilhoso que me conquistou pela paciência com que reconquistou a confiança de uma mulher tão massacrada pela vida. Triste, porém uma história preciosa. 




Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada por tirar um tempinho para passar aqui!

Suzanne Forster: Shameless

Shameless - Suzanne Forster Personagens: Luc Warnecke  /Jessie Flood 💚: 4 /5 stars Eu amei como a escritora Suzanne Forster ...